Empresários negros se unem em Loja Colaborativa Mundo Black

Empresários negros se unem em Loja Colaborativa Mundo Black

 

A economia colaborativa sempre foi um modelo de desenvolvimento para a população negra e nos tempos atuais, essa  tendência vem  revolucionando negócios e transformando o comércio e os serviços no mundo todo. Empreendedores de segmentos diferentes, que conversam com o mesmo público, se unem para oferecer um ambiente que proporcione vivência diferenciada, com troca de ideias e consumo diversificado.

As lojas colaborativas funcionam como um espaço coletivo onde os empresários comercializam diretamente os seus produtos e serviços com as vantagens de uma loja física, sem terem que investir recursos em um ponto comercial próprio. Para  o economista e Mestre em Gestão Social, George Oliveira,  um dos empresários  e proprietário da Agudá Moda & Artes que compõem a  Loja Colaborativa Mundo Black,  “ esse modelo de loja ajuda na redução de gastos, por conta da simplicidade e praticidade do modelo”. Elas são uma alternativa vantajosa porque há compartilhamento de custos, para divulgação e comercialização dos produtos e serviços, o que contribui para a fidelização de do consumidor e, consequentemente, para a consolidação da marca ou imagem dos produtos ou serviços.

“ Esse modelo de loja ajuda na redução de gastos, por conta da simplicidade e praticidade do modelo” – George Oliveira

Geralmente, essas comercializam produtos de diferentes segmentos, como roupas, presentes, artesanatos, acessórios de decoração, utilidades domésticas, entre outros, e de diferentes pessoas em um mesmo local, com custos que podem variar de acordo com o tamanho do espaço utilizado pelos produtos. No entanto, existe uma tendência de lojas especializadas em um segmento de público, como o mercado étnico.

Esse é o caso da Loja Colaborativa Mundo Black,  um espaço de diálogo e de cooperação, onde público deste mercado vai encontrar  os produtos que tanto procuram num só lugar. O público atualizado, contestador e que se importa com estilo e conceito ao escolher o que vestir e usar vai encontrar na Mundo Black,  roupas, calçados, acessórios como turbantes e brincos, artigos em couro, brigadeiro gourmet com   preço justo  e para todos os gostos.

A loja já está em funcionamento no bairro da Liberdade,  no edifício Comercial Liberdade – loja 4 e realizará um coquetel de lançamento na manhã do sábado – 01 de junho de 2019. O local foi escolhido por a  Liberdade ser um dos mais antigos e importantes bairros de Salvador, tendo uma das maiores populações negras da diáspora. A Loja Colaborativa Mundo Black  ao ofertar seus produtos e serviços nesta região, propõe um diálogo com os  valores ancestrais tão presentes no cotidiano deste.

Para Ângelo Freitas também membro da loja colaborativa “  Muito mais do que um ‘nicho’, o povo negro é maioria no Brasil e, economicamente falando, ainda temos muito potencial de crescimento” pontua. Sabemos que temos muitos desafios e que a nossa sustentabilidade, é uma busca constante neste atual modelo de sociedade marcadamente racista e capitalista, por isso fortalecer empreendimentos que valorizam a cultura negra é empoderar os afro empreendedores e se empoderar com   produtos e  serviços que dialogam com os valores de resistência  negra.

Luciane Reis

O MercAfro é um Negócio étnico e social que se estrutura via plataforma online de produção de conteúdo e ensino, cujo objetivo é integrar via desenvolvimento pessoal e ensino online, as diversas modalidades de empreendedores e empresários étnicos cuja linha comercial seja a valorização de saberes culturais e identitários de segmentos considerados “ de baixa renda” ou seja, das classes B,C,D,E, residentes no Brasil e com expansão para toda a America Latina.